RELEITURA DAS OBRAS DE SARA GOLISH

março 24, 2018


 Intitulado como '' Sundust '' as obras da artista Sara Golish retrata “deusas do sol”, executados em carvão, conté e tinta de ouro, elas celebram o solstício de verão através de retratos de mulheres de todo o continente africano. 


QUEM É SARA GOLISH?


Sara Golish é uma artista freelancer de Ontário, Canadá tem 29 anos é especialista em retratos e pintura figurativa em um estilo de Realismo Mágico e afro futurismo. A maioria de suas pinturas são inspirações da cultura negra com uma estética soulful dos anos 70.
Comprometida pela falta de deidades solares femininas, Golish pretende rever e reexaminar o deus do sol dominado pelos homens através da reformulação do passado, a fim de re-imaginar o futuro.
           Para Sara Golish, as mulheres presentes em sua coleção representam e celebram tudo que é iluminado, poderoso e cheio de vida.

Deusa ''Disco space dust'' Deusa do Sol ''Sunwalker''
                 
Deusa do Sol Tsehai - "O Sol" Deusa do sol "Nyambi"

Deusa do Sol ''Celestial Rhythms'' Deusa do Sol Anyanwu - "Olho do Sol"
Resultado de imagem para Deusa do Sol ''Celestial Rhythms''
            Deusa do Sol "Khwezi "         Deusa do Sol "Asis "
      Resultado de imagem para Deusa do Sol Khwezi sara golish              Resultado de imagem para Deusa do Sol Khwezi sara golish
 Esta proposta visa contextualizar o afro futurismo no contexto das artes plásticas e da moda. Apoia-se principalmente nas referências de Sundust, mas vai muito além, para outros universos estéticos de ordem social. Esta proposta, tem como base os valores que fazem do afro futurismo um movimento de expressão. Por sua vez, o afro futurismo desta proposta tem uma base local, visando utilizar essa  releitura para criar um dialogo cultural com todo o Brasil, partir de Curitiba.
                                   
Nossa iniciativa como grupo para esse projeto é mostrar a representatividade negra, o emponderamento que deve existir do negro na sociedade, em foco as mulheres, pois muita das vezes é peça de preconceitos  e com isso abrimos mentes, abrimos questionamentos, que NEM TUDO É FICÇÃO CIENTIFICA, E SIM REALIDADE. O afro futurismo já existe a algum tempo mas tem ganhado maior visibilidade há apenas alguns anos, principalmente dentro do cenário brasileiro, fazendo com que esse projeto seja apenas o início de uma pesquisa ainda maior.
  



                    

Art INSPIRAÇÃO: Sara Golish
Direção Artística: Micheli Carolina / Débora Carol 
Modelos: Mayara / Suelen Matos / Juliana Souza
Fotografia: Mariah Luiza e Deivison Souza
Make up: Marina Costa e Sabrina Hoenig
Making of: Nathalia Andrade
Acessórios: World Geometric 
Cabelo: Debora Carol
Agradeçimentos - Designers: Yann Yimo e Teddy Tchogniou 

You Might Also Like

1 comentários